quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Crítica - Bob Esponja: Um Herói Fora d'Água

 

A famosa série animada criada por Stephen Hillenburg havia rendido, em 2004, seu primeiro longa-metragem. Intitulado Bob Esponja: O Filme, mais parecia um grande episódio do desenho do que um filme para cinema. Ainda assim, fez um sucesso estrondoso e até trazia uma trama interessante e envolvente. Afinal, quem não se lembra de cantar que era um amendo-bobo?

Neste ano, Hillenburg e sua turma atacam novamente nos cinemas. Em O Herói Fora d’Água, Plankton tenta roubar a receita secreta do hambúrguer de siri quando é surpreendido por um desaparecimento súbito da dita cuja. Bob, Patrick, Lula Molusco e os demais entram, então, numa aventura que envolve viagens no tempo e até mesmo a saída do mundo marinho no qual estão envolvidos para achar a tal receita.

Em se tratando de narrativa, é uma aventura bem interessante. Diferente do primeiro longa, este utiliza diversas técnicas e ferramentas que o diferem um pouco da série, às vezes atirando para quase todos os lados. Isso possibilita que vejamos, por exemplo, Bob e Plankton conversando com um tal “golfinho protetor do universo” num cenário 3D no espaço. Já as cenas de viagem no tempo são, com o perdão do trocadilho, viagem pura. No geral, é o mais nonsense de Bob Esponja elevado ao extremo.


Por aqui, os óculos 3D são só mais um aparato sem grandes utilidades alugando seu rosto. Algumas sequências foram até bem sacadas no contexto do filme, mas a tecnologia não é lá tão necessária em grande parte da projeção. O que funciona bastante são as referências à ficção científica. E você não entendeu errado, há diversas brincadeiras envolvendo distopias, as já citadas viagens no tempo e conceitos do gênero. Quando é decretada a extinção do hambúrguer de siri, a Fenda do Biquíni se torna um Mad Max no fundo do mar. Todos passam a vestir couro e aí você já sabe.

Com uma dublagem que mantém o bom nível na TV, O Herói Fora d’Água diverte também pelas piadas, trocadilhos e situações, mas sofre um pouco com seu plot, que continua a insistir na coisa toda da receita. Dá pra entender que o público que verá o filme deste ano pode não ser o mesmo que viu o primeiro há dez anos, porém, há uma série de outras histórias bacanas da “mitologia” que ainda não foram bem exploradas. Por que não envolver Homem Sereia e Mexilhãozinho? Resgatar algumas histórias de episódios mais interessantes e expandi-las também não seria má ideia. Infelizmente, Hillenburg, Tibbitt e companhia preferiram continuar na zona de conforto da série. O que limitou bastante a trama, ainda que seus personagens saiam do mar.

6/10

-

Bob Esponja: Um Herói Fora d'Água (The SpongeBob Movie: Sponge Out of Water) - EUA 2015 - Direção: Paul Tibbitt - Roteiro: Glenn Berger, Jonathan Aibel, Stephen Hillenburg e Paul Tibbitt - Com vozes de Tom Kenny, Bill Fagerbakke, Rodger Bumpass, Mr. Lawrence, Clancy Brown, Antonio Banderas
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos