segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Spielberg pode não ser o melhor diretor, mas já foi LEGO

 

Assim como Einstein está para a ciência ou Beethoven está para a música, Steven Spielberg está para o cinema. Calma, entendemos que esta classificação é perigosa e não a fazemos por mal. Aliás, não se trata nem da qualidade da obra do norte-americano, e sim de sua popularidade e presença no imaginário popular. Você já viu algum diretor de cinema ter uma coleção LEGO só dele?

Volte alguns anos para enfim chegar a sua infância e se imagine criando Jurassic Park, Tubarão, Indiana Jones e E.T. do chão de seu quarto, com as pecinhas coloridas. LEGO Studios Steven Spielberg MovieMaker Set chegava às lojas em 2000 pelo precinho camarada, na época, de 179 dólares. Vale lembrar que não é também um grande roubo, afinal, vinha até com uma câmera para você filmar e depois montar os seus filminhos!


Dizem as boas línguas que a câmera não era lá uma das melhores, mas só de poder controlar Spielberg pelos travellings e dirigindo uma cena aventuresca... Ah, como isto deveria ter sido obrigatório na infância de todos. O set era baseado num cenário de Jurassic Park: O Mundo Perdido, vinha com operadores de câmera e microfone, atores, atrizes, objetos diversos e até dinossauros.

Deixando os preconceitos e birrinhas de lado, Spielberg é assim tão "blockbustereiro" chato? Não mesmo, basta lembrar de A Lista de Schindler e Munique. E se o assunto for filme-pipoca, não há quem supere o nosso velhinho que, ao lado de figuras como Coppola e Scorsese. ajudou a redefinir a Hollywood dos anos 1970.

Quando Guilherme, amigo e parceiro de blog, me falou da existência desta coleção, fiquei vislumbrado e senti um vazio instantâneo em minha infância. Como foram sortudas as crianças e adultos que tiveram a oportunidade de brincar com isso. 

Entendeu agora o porquê de Spielberg ser sinônimo de cinema no imaginário popular?
.

 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos