segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Crítica - Sweet Tooth [Parte 2]

 

"Espécies em Extinção", o quarto volume, foi lançado em agosto do ano passado. A revista reúne as histórias de número 18 ao 25, publicadas nessa ordem nos Estados Unidos. A primeira história é uma das minhas preferidas. A 18ª edição é uma das mais emocionantes, pois é o momento em que a beleza ainda existente neste mundo devastado pelo Flagelo é destacada. A maior parte da revista é composta por textos, que são escritos de uma forma infantil que se adapta bastante ao teor da trama.

As outras histórias do compilado também são bem interessantes. Há flashbacks de novos personagens, que continuam trabalhados de uma forma perfeita. Além disso, há novas revelações que surpreenderão o leitor e o prepararão para a próxima edição.

Em dezembro do ano passado, a Panini lançou o Volume 5 - Habitat Anormal. "O Taxidermista" (história dividida em três partes) é uma das mais importantes e reveladoras tramas da série. Apesar disso, foi uma das partes mais chatas e cansativas da revista. Porém, as outras 4 histórias são espetaculares, pois são eletrizantes do começo ao fim e possuem revelações que deixarão os leitores boquiabertos.

Apesar de não gostar do começo desta edição, devo dizer que ele é fundamental para a continuação e para os motivos de tudo estar acontecendo. Por isso, esta também está entre as melhores edições de Sweet Tooth.

Em março deste ano, chegava a tão esperada conclusão da HQ. O Volume 6 ("Jogo Selvagem") apresenta as histórias de número 33 ao 40 e possui um número de páginas maior que os anteriores: 200, no total.

Cada edição deste compilado apresenta uma trama espetacular. Com muita ação, uma boa dose de surrealismo (uma marca registrada de Lemire) e um drama bem desenvolvido, "Jogo Selvagem" é uma edição que conclui com perfeição essa série tão interessante.


A edição final é uma obra prima. Lemire consegue concluir a série de uma maneira sensacional nesta edição final, que em certas partes me lembrou bastante do recente Planeta dos Macacos: O Confronto, por sua temática semelhante em alguns aspectos.

Sweet Tooth é uma HQ que deve ser lida por todos. Tudo bem que a revista começou mal, mas conseguiu evoluir de uma maneira espetacular. Com tantas tramas que puderam fazer o leitor se emocionar ou ficar esperando ansiosamente pela próxima edição, Jeff Lemire, com a ajuda de José Villarrubia com a sua ótima colorização, fizeram dessa uma das histórias mais fantásticas dos últimos anos.

[MUITO RECOMENDADO]
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos