sábado, 5 de julho de 2014

Crítica - O Menino no Espelho

 

Em 1982, o livro "O Menino no Espelho", de Fernando Sabino, foi lançado. A obra contava algumas memórias do autor em sua infância misturando com alguns fatos que faziam parte de sua imaginação. Tudo isso ocorrendo na cidade de Belo Horizonte dos anos 1920. 

Para a adaptação, o diretor escolhido foi Guilherme Fiúza, que contou com nomes de peso no elenco, como Mateus Solano e Regiane Alves. A premissa é basicamente a mesma do livro. Fernando leva uma infância normal e vive se metendo em confusão em suas distintas brincadeiras. Porém, ele também tem de fazer coisas chatas, como ter de ficar de castigo por suas malcriações e enfrentar um valentão da escola. A solução para seus problemas finalmente é encontrada quando o seu reflexo no espelho ganha vida e passa a fazer tudo o que ele acha chato.

O roteiro, do próprio Fiúza, funciona muito bem e consegue adaptar o livro de uma forma eficaz. O desenvolvimento das memórias de Fernando é feito de um jeito bacana e divertido, sem deixar o espectador cansado. A ambientação também merece destaque, não somente pelas casas e locais realmente parecidos com a época, mas também pelas referências, como as professoras que sempre buscavam a máxima disciplina.


O filme pode até ser mais voltado para o público infantil, mas funciona para pessoas de qualquer idade. As crianças com certeza irão se divertir bastante com as piadas, que são bem criativas e não são forçadas em momento algum. Já os mais velhos terão aquela nostalgia e se lembrarão de suas infâncias e das famosas brincadeiras na rua.

Como em muitos filmes de aventura infantis, não podia faltar um grupo de meninos que se reúnem e formam um grupo para discutirem sobre "missões". Há também a presença de um vilão, que se torna uma ameaça para as crianças e está envolvido em alguns problemas relacionados à política.

A trilha sonora de Vinícius Calvitti é muito boa e combina bem com a intenção proposta pelo diretor. O figurino também é muito bom e consegue, com a ajuda da bela ambientação, retratar de uma forma boa a época em que a obra se passa. 

Outro destaque do filme são as atuações. Mateus Solano e Regiane Alves, que já mostraram suas habilidades muitas vezes na TV brasileira, fizeram belos trabalhos. Mas o destaque mesmo vai para Lino Facioli (que já participou de Game of Thrones), que apesar de ser bastante jovem, mostra que tem a capacidade de fazer uma boa atuação e poderá ser um grande ator no futuro.


"O Menino no Espelho" é um ótimo filme. Com boas atuações, uma arte muito bem cuidada e um ótimo roteiro bem adaptado do livro, Guilherme Fiúza soube divertir o espectador e mostrar que a infância sempre deve ser aproveitada ao máximo.

[MUITO RECOMENDADO]
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos