quinta-feira, 15 de maio de 2014

Alfred Hitchcock e Os Bastidores de Psicose

 
Cinéfilo que se preze já viu Psicose mais de uma vez e passou um sufoco enorme na primeira vez que assistiu. Datado apenas devido às especificidades técnicas da época, o filme de Alfred Hitchcock é uma aula sobre os gêneros que aborda e impressiona até hoje.

Stephen Rebello é um escritor que pôde se encontrar com o mestre algumas vezes e publicou, em 1990, “Alfred Hitchcock and the Making of Psycho”.

A obra de Rebello conta com uma pesquisa impressionante, detalhes vão desde etapas anteriores à pré-produção até anos após o sucesso do longa. Há de se destacar o cuidado que tem o autor em escolher um ritmo para sua escrita. Por mais que este falhe ao aprofundar em detalhes pouco importantes para o leitor mais informal, a leitura não deixa de ser muito prazerosa.

Ainda na linha de se conhecer mais a fundo o processo de fazer cinema, o livro deixa bem claras as perspectivas de Hitchcock a respeito de seus projetos. Em algumas passagens, trechos do roteiro são sucedidos pelas decisões do cineasta para representar determinada cena.


“Psycho” é um grande marco para o cinema mundial e Stephen Rebello faz questão de arquivá-lo com a qualidade necessária. Por outro lado, o filme que se inspirou nele não foi dos melhores...

[MUITO RECOMENDADO]
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos