segunda-feira, 10 de março de 2014

Crítica - Ataque dos Titãs (Vol. 01)

 

Em 2009, Hajime Isayama criou "Ataque dos Titãs", mangá  ambientado num mundo pós-apocalíptico onde humanos tentam sobreviver em meio à ameaça dos gigantes titãs. A revista se tornou um fenômeno de vendas no Japão (atrás apenas de One Piece) e vem fazendo bastante sucesso mundialmente.

Há mais de 100 anos, os titãs atacaram a Terra e promoveram um massacre no qual grande parte da humanidade não sobreviveu. Os poucos que sobraram passaram a construir muralhas gigantes (que chegam a até 50 metros de altura) para barrar uma futura volta dos titãs. Mas após um longo tempo sem ataque, quando a vida começava a voltar ao normal, os gigantes atacam e os tempos de tragédia retornam.

O protagonista é Eren, um jovem que sempre sonhou em conhecer o mundo fora das muralhas. Quando criança, o garoto sofreu alguns traumas (como a morte de sua mãe) e por isso seu principal objetivo é ajudar a destruir os gigantes para que as pessoas possam a voltar a ter vidas normais. Ao lado de Eren estão sua irmã Mikasa e seu amigo Armin, também fundamentais para o desenvolvimento da história.

Apesar de ter uma ideia boa, a trama é explorada superficialmente. Algumas cenas que poderiam causar um impacto maior ao leitor são bem rápidas e mal feitas, deixando a história rasa. Porém, a forma como os personagens são desenvolvidos é bem interessante, mostrando suas origens e suas motivações. Para contar como tudo aconteceu e como os protagonistas se desenvolveram Isayama utilizou alguns flashbacks e textos informativos no decorrer da história.

O foco deste primeiro volume é introduzir o leitor a esse universo apocalíptico e desenvolver o drama dos personagens. Por se tratar do início, alguns erros presentes na narrativa podem ser relevados, desde que os mesmos não ocorram novamente. A arte (do próprio Isayama) é bonita, destacando tanto os personagens humanos como os titãs. Porém, esta merecia um cuidado maior nas cenas de ação, que são bem confusas e apresentam poucos detalhes.



O primeiro volume de "Attack on Titan" traz alguns problemas que incomodam e prejudicam o entretenimento do leitor. Porém, a revista tem um grande potencial para que os erros da primeira parte sejam convertidos em acertos nas futuras edições. Vamos esperar!

[RECOMENDADO]
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos