segunda-feira, 17 de março de 2014

Conheça o Sega Activator, falecido pai do Kinect

 

Todos conhecem o Kinect. O aparelho atraiu diversas pessoas não familiarizadas com videogames e as divertiu com seus aventurescos e interativos jogos. O tempo passou e a febre também. Hoje em dia, mesmo com a versão One, não existe aquela coisa toda com o pequeno robozinho da Microsoft.

E se para o seu Kinect já é ruim estar abandonado em meio à poeira, pior ainda é lembrar do seu falecido pai. O Sega Activator surgiu em meados da década de 90 e durou pouquíssimo tempo nas prateleiras.

Projetado para funcionar em qualquer jogo do Mega Drive, o Activator era um grande controle que você devia distribuir e juntar suas peças no chão. Ao final do processo de montagem, formava-se um octógono em que cada uma dessas oito peças correspondia a um botão do controle original. Para captar os movimentos, eram usados sensores infravermelhos.

Ainda não entendeu? O vídeo abaixo pode te ajudar.



O aparelho foi desenvolvido pela Interactive Light e acredita-se que algumas unidades chegaram ao Brasil pelas mãos da Tectoy. Grande parte do marketing feito para o Activator o descrevia como “simulador de artes marciais”, o que por um lado não era mentira. Vale citar Eternal Champions, um dos poucos jogos a serem feitos visando ao uso do dispositivo.

Por outro lado, em muitos outros a jogabilidade com o Activator era quase impraticável. Jogos como Comic Zone, que já eram difíceis no joystick convencional, tornavam-se ainda mais complicados.

Já dá pra saber que fim levou? O pobre Activator, que estava sendo vendido a 150 dólares, foi retirado das prateleiras poucos meses após seu lançamento. Hoje, o extinto controle da Sega é uma raridade, descansa em paz nas prateleiras de alguns colecionadores ou apodrece nos grandes lixões americanos.
 
© 2014. Design por Main Blogger | Editado e finalizado por Guilherme e Carlos